Regra nº 3 – Nunca corra muito risco e nem pouco risco

Olá Poupadores,

A regra nº3 é sobre controle de risco / alocação de ativos. O nome pode não ser conhecido para você mas alocação de ativos nada mais e do que definir quantos % do seu portfólio de investimentos você vai colocar em Renda Fixa(Bond), Ações(Stock) e Fundos Imobiliários(REIT).

E como chegamos as porcentagens de cada ativo? Isso vai depender do seu perfil de investidor, ou seja, idade, patrimônio, renda, estabilidade ou não no emprego, taxa de poupança, apetite ao risco e vários outros fatores.

 

 

Essa última figura ilustra como as classes de ativos se comportam em relação ao risco retorno. Títulos do Governo são os ativos com menor retorno porém com menor risco e ações tem maior retorno porém maior risco.

Regra Básica de Alocação de Ativos

Tenha a sua idade em títulos de renda fixa. Essa é uma regra básica e pode ser considerada uma das regras mais conhecidas e seguidas no mundo. Eu acho que ela é muito boa como ponto de partida porém não acho que seguir ela sem pensar vai te trazer os melhores resultados. Conforme falado acima no post cada um tem um perfil, cada um tem uma vida diferente e precisa levar isso em conta na hora de escolher sua alocação de risco.

Regra básica = Se você tem X anos de idade coloque X% do seu dinheiro em Bonds

Aumente 1% em Bonds todo ano a medida que for envelhecendo

Obs: Lembrando que Bonds são títulos do governo, Stocks são ações e REITs são fundos imobiliários. É bom já ir familiarizando com os nomes em Inglês porque nosso site tem como uma das principais metas fazer com que cada vez mais os pequenos investidores brasileiros tenham acesso ao mercado mundial de investimentos, o que atualmente com a internet é perfeitamente possível e simples de alcançar.

Abaixo segue uma tabela com 3 exemplos para servir de pontapé inicial para o planejamento do seu portfólio de investimentos.

Lembrando sempre que se alguém te oferecer algo pronto que vai servir pra todo mundo desconfie. Essa tabela é um pontapé inicial e você vai precisar quebrar a cabeça e vai demorar alguns anos pra encontrar a alocação perfeita para o seu perfil de investidor. Lembrando que a medida que você vai envelhecendo é aconselhável aumentar sua % em Renda Fixa e ir diminuindo em ativos mais arriscados como Ações e FII.

Sua vida também vai mudando, seu emprego muda, sua renda muda, suas despesas mudam, tudo isso vai influenciar sua forma de alocar seus investimentos. O que realmente precisa sempre ficar marcado na sua memória é:

“Nunca corra muito risco e nem pouco risco” – procure sempre o equilíbrio.

No próximo post vamos falar sobre a Regra nº4 – Diversifique ao máximo seus investimentos / Não coloque todos os ovos na mesma cesta.

Até lá.

 

Add Comment